Mike El Nite tem um plano calculado em marcha. Para este resultar, pisar inúmeros palcos por todo o país e actuar nos mais importantes festivais não é o suficiente. É preciso também ter lançado um dos discos do ano, ser director criativo dos seus videoclips e rodear-se de grandes talentos da própria geração. Tudo para certificar-se de que a justiça da nova escola se faz sentir. E para isso é preciso levantar muita poeira.
Aliado ao produtor DWARF, o rapper não se acanha de desenterrar os guilty pleasures portugueses do passado e de voltar a apresentá-los sob uma lente contemporânea. A renúncia do lado formulaico do trap da dupla no álbum, fez com que O Justiceiro, o primeiro LP de Mike El Nite, fizesse impacto no panorama do hip hop português. A sonoridade, aliada à habilidade lírica, sempre tingida de um lado interventivo, resultou num dos grandes lançamentos de 2016, aclamado pela crítica e considerado pela Antena 3 como um dos álbuns nacionais do ano.
Para os visuais acompanharem a identidade única, Mike El Nite tem-se envolvido na criação do conceito dos próprios vídeos em resultados vibrantes como o intenso clip de “T.U.G.A.”.
O caminho nunca se faz em vácuo e para chegar aqui o artista teve de aperfeiçoar as habilidades em Rusga Para Concerto em G Menor, e Vaporetto Titano. Deu concertos carregados de energia no Vodafone Mexefest, Meo Sudoeste e SBSR e tem estado por todo o país com os seus companheiros de confiança: Nerve, L-Ali, ProfJam e Da Chick. 
Tudo isto prova que Mike El Nite já é bem mais do que só um trocadilho engraçado. O objectivo dele é escrever história.

Mike El Nite has a plan.

Being on quite a few stages and performing on Portugal’s biggest festivals isn’t enough for it to work. He also needed to release one of the records of the year, be a creative director for his visuals and surround himself with promising talents of his generation. Everything to make sure that new school’s justice gets served. And to make that happen, he’ll need to kick up a lot of dust. With DWARF as a producer by his side, the rapper hasn’t shied away from digging up portuguese guilty pleasures from the past and presenting them under a contemporary lens. The duo’s avoidance of the formulaic side of trap made O Justiceiro, Mike El Nite’s first LP, stir up the portuguese hip hop scene. The sound, allied to the interventive lyrics, made this one of the great releases of 2016, acclaimed by critics and considered to be one of the albums of the year. To make sure that the visuals are as unique as the sound, Mike has also been involved in creating concepts for his music videos presenting results like the intense “T.U.G.A.” The path always has to start somewhere and the artist had to perfect his skills in previous releases: Rusga Para Concerto em G Menor and Vaporetto Titano. He showed all his charisma and energy in some of Portugal’s biggest festivals like Vodafone Mexefest, Meo Sudoeste and Super Bock Super Rock, and has been all over the country with his most trusted allies: Nerve, L-ALI, ProfJam and Da Chick. All this to prove that Mike El Nite is more than just a pun. His goal is to make history.